Em 2019, a Associação Positivo desenvolveu o projeto NutriVIHda, na sequência do Projeto VIHver, que surge a necessidade de desenvolver o serviço de nutrição de uma forma mais abrangente. Devido à TAR de Alta Potência em PVVS, para além das alterações metabólicas e morfológicas, tais como, a lipodistrofia, as dislipidémias e a resistência insulínica, outros fatores estão presentes em doentes seropositivos, como a obesidade, inflamação vascular e hipertensão, levando ao aumento do risco de desenvolverem doenças cardiovasculares prematuras e aterosclerose. No estudo de Kakinami et al. (2013) foi concluído que o risco de acontecimento de doenças cardiovasculares é maior em doentes infetados comparando com a população geral. A nutrição desempenha um papel fundamental no suporte da saúde dos PVVS.

É nesse sentido que surge a necessidade de acompanhar individualmente o perfil nutricional de cada PVVS, a curto e a longo prazo, com enfoque em orientações nutricionais que consciencializem e promovam as PVVS quanto a importância de manutenção de uma alimentação correta e equilibrada, a fim de permitir um regime terapêutico mais seguro dentro dos seus alcances metabólicos, proporcionando assim uma melhor qualidade de vida.

O projeto NutriVIHda tem como objetivos:

  • Promover o acesso a consultas de avaliação e acompanhamento nutricional;
  • Sensibilizar para uma alimentação saudável e sustentável;
  • Promover o bem-estar morfológico e metabólico das PVVS;
  • Consciencializar para a importância da alimentação na preservação da saúde;
  • Disponibilizar às PVVS com maior carência económica a possibilidade de aceder a produtos mais adequados à sua dieta, evitar o desperdício alimentar e potenciar a utilização dos alimentos.

Atividades a desenvolver:

  • Consulta de avaliação e acompanhamento nutricional;
  • Workshops de nutrição, reeducação alimentar e de culinária saudável;
  • Apoio e acompanhamento nas idas ao supermercado;
  • Entrega de cabazes sociais saudáveis adaptados às necessidades detetadas, de acordo com o plano definido em consulta. Uma má nutrição pode acelerar a progressão de doenças relacionadas com a infeção, bem como dificultar uma adesão positiva à terapêutica, comprometendo assim a qualidade de vida das PVVS. A nutrição assume um papel importante já que a qualidade de vida das PVVS depende de um sistema imunológico equilibrado, como tal, acompanhamento nutricional deve ser visto como uma terapia complementar.
  • Aconselhamento Online

    Este serviço foi pensado para que as pessoas infectadas pelo VIH/SIDA possam de uma forma eficaz e confidencial pedir ajuda.
    SABER MAIS
  • Voluntariado

    Na Positivo damos a oportunidade dos nossos voluntários poderem viver novas experiências e de conhecer outras realidades.
    SABER MAIS
  • Horário de Funcionamento

    • Segunda - Sexta
      14h00 - 20h00
    • Sábado
      Fechado
    • Domingo
      Fechado

Contacte-nos

Agradeço de coração toda a ajuda da Associação Positivo pelos reforços positivos, pela ajuda incondicional de estarem sempre ali para mim…

— “Carla”